Livrarias Familia Crista
Ao continuar navegando você aceita os cookies que utilizamos para melhorar o desempenho, a segurança e a sua experiência no site =) Para mais informações, consulte a nossa Política de Privacidade.
Kit 4 Livros | Paul Tillich
Passe o mouse na imagem para ver mais detalhes. Clique no vídeo para ser reproduzido.
Preço Imbatível Só hoje -82% DESCONTO

Os pedidos estão sendo postados e entregues normalmente

Kit 4 Livros | Paul Tillich

Cód: 14837
Editora: Fonte Editorial
Em estoque: Envio imediato

Teologia da Cultura | Paul Tillich


A Bíblia não é um livro caído do céu, um código sagrado ou uma declaração doutrinal da fé. É a soma das experiência e dos encontros que as pessoas no Antigo Testamento e, depois, no Novo Testamento tiveram com Deus.

* Campos Obrigatórios

De: R$ 194,00

Por: R$ 34,88

em 1x de R$ 34,88 nos cartões
R$ 33,83 3% de desconto no boleto bancário e débito

Kit 4 Livros | Paul Tillich

De: R$ 194,00

Por: R$ 34,88

em 1x de R$ 34,88 nos cartões
R$ 33,83 3% de desconto no boleto bancário e débito

Opiniões e Avaliações

Formas de pagamento:

                

Detalhe do produto

Teologia da Cultura | Paul Tillich

A Bíblia não é um livro caído do céu, um código sagrado ou uma declaração doutrinal da fé. É a soma das experiência e dos encontros que as pessoas no Antigo Testamento e, depois, no Novo Testamento tiveram com Deus. O fato de que essas experiências tenham sido ordenadas, reformuladas e, algumas delas, rejeitadas não são ignoradas por Tillich. Mas seja qual for a história das Escrituras ou a formação do cânone, a essência da Bíblia é o testemunho de experiências e encontros. Esses encontros e seus relatos são expressões que aconteceram enquanto história, em determinadas geografias, e traduzem vivências culturais definidas. Mas não são diretamente acessíveis à nossa própria experiência, por isso necessitam de uma correspondência formal. 

Textos Selecionados | Paul Tillich

Herdeiro do pensamento alemão do século dezenove, Paul Tillich é devedor do idealismo alemão, em especial de Hegel e Schelling, mas é a partir de 1919, na Alemanha, pela I Guerra Mundial, que começa a trabalhar sobre a ideia de uma teologia da cultura.

Para Tillich, por baixo das manifestações culturais se faz presente a espiritualidade humana, pois ela expressa o incondicionado e dá margem a manifestações especiais, que se apresentam enquanto cultura.

A teologia proposta por Tillich trabalha com uma leitura hermenêutica da totalidade e dos elementos presentes nas culturas, com a finalidade de apresentar a dimensão de sentido último e de profundidade que encontramos na cultura, já que, para ele, “a religião é a substância da cultura e a cultural é a forma da religião”. O esforço de interpretação teológica volta-se, assim, para as culturas contemporâneas. O interesse dos pensamentos sociais, políticos e artísticos. O que, sem dúvida, oferece aos estudiosos brasileiros uma criativa leitura diante de nossa multiculturalidade.

Nesta obra, o autor detalha como deve ser a relação entre teologia e cultura, entre cristianismo e mundo, apresentando Deus como o fundamento da existência humana. Sua teologia faz perguntas acerca da vida e a teologia responde. Assim, constrói correlações entre as questões que a cultura levanta e as respostas possíveis à teologia. 

Ou seja, através das manifestações culturais podemos ver a forma dos conteúdos espirituais da vida e não somente aquilo que é periférico e superficial, mas, sobretudo, aquilo que traduz o sentido último e mais profundo da existência: a espiritualidade humana.

No limite | Paul Tillich

Em todo seu caminho de vida, da infância à terceira idade, o autor Paul Tillich observou sua vida estar em permanente limite. Este livro No Limite resume o que vários estudioso levaram em conta para considerar Tillich como o “teólogo da fronteira”. Ele viveu sempre nas fronteiras e limites entre a teologia e a filosofia, entre a igreja e a sociedade, entre a religião e a cultura. Trata-se de mais um texto que presencia a capacidade do autor de atravessar os limites da linguagem e da poesia, da existencialidade e do compromisso político, e da aventura espiritual e da capacidade crítica.

As experiências de vida deste conceituado pensador, boa parte delas elaboradas sob a tensão dos grandes dramas da existência humana, de situações de guerra ou de exclusão, o seu criativo método de trabalho e a vivência acadêmica crítica e propositiva criaram uma visão fortemente interdisciplinar para a sua reflexão teológica. Consta que, Tillich dialogou com os movimentos políticos, sociais, filosóficos, científicos e artísticos de sua época, sempre em busca da dimensão religiosa suprema presente nas culturas. A imaginação filosófica o dotou de uma capacidade para combinar categorias, para efetuar abstrações em termos concretos e para utilizar diferentes possibilidades conceituais. Como a perspectiva interdisciplinar e a pluralidade, por supostos, são elementos fundamentais para reflexão teológica hoje, esta obra é, portanto imprescindível. 

Amor, Poder e Justiça | Paul Tillich

Sem deixar de retratar as marcas do homem de seu tempo, o renomado autor, Tillich assumiu uma postura proponente, elegendo a Ética como a matéria que deveria dominar os discursos não somente no campo da Teologia, mas como disciplina fundamental para guiar os demais campos do conhecimento em direção ao restabelecimento da essência do Homem e da Sociedade.  Para Tillich, as concepções de amor, poder e justiça necessitam ter um lugar predominante na reconstrução da essência humana. Daí a sua ontológica dos elementos éticos inter-relacionados. Suas palestras, ainda que em princípio apresentadas perante professores, estudantes e intelectuais ligados à concepção teológica, possuem um alcance para além da perspectiva religiosa.

 

Paul Johannes Tillich foi um teólogo elemão-estado unidense e filósodo da religião. Tillich foi contemporâneo de Karl Barth, também um dos mais influentes teólogos protestantes do século XX. Paul Tillich nasceu em Starzeddel na Prússia Oriental. Estudou sucessivamente a filosofia e a teologia em Berlin, Tübingen e Halle, sendo contemporâneo de Karl Barth e Rudolf Bultmann. Sua tese de livre-docência foi dedicada à filosofia de Shelling. Ordenado pastor em 1912, participou da Primeira Guerra Mundial como capeão de guerra. Até 1933, lecionou em Berlin, Marbung, Dresden, Leipzig e Frankfurt, onde sucedeu a Max Scheler em 1929.


 

Confira o vídeo
Especificação do produto
  • Paginas
    853
  • Formato
    14 x 21 cm
  • Profundidade
    6 cm
  • Editora
    Fonte Editorial
  • ISBN
    4000000148371
  • Acabamento
    Brochura
  • Autor
    Paul Tillich
  • Idioma
    Português
  • Ano da Edição
    2020
  • Peso
    955 gramas

Avaliações e depoimentos

Formas de Pagamento

Boleto Bancário

no Boleto/Transferência

Cartão de Crédito
Nº de parcelas Valor da parcela Juros Valor do Produto